quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Sindasp-RN cobra providências urgentes para assassinato de agente penitenciário



O Sindicato dos Agentes Penitenciários do Rio Grande do Norte (Sindasp-RN), representando toda a categoria, vem a público externar sua tristeza e indignação com a morte do agente penitenciário Maxwell André Marcelino, morto a tiros em confronto com bandidos, na cidade de Parnamirim. A entidade cobra providências urgentes da Secretaria Estadual de Segurança Pública para que os responsáveis pelo crime sejam presos.


Não podemos permitir que um servidor público do Estado, em seu exercício legal da profissão, tenha a vida tirada de maneira tão violenta e os criminosos que fizeram isso continuem nas ruas. Pedimos que a cúpula da Segurança Pública use de todos os recursos de investigação que dispõe para solucionar esse caso o mais rápido possível.

O agente penitenciário Maxwell André estava fazendo a escolta de um preso, juntamente com o agente Nelson, que por pouco também não morreu nessa ocorrência. Portanto, a ação de bandidos na tentativa de resgate de outro preso mostra a ousadia dos criminosos e o descredito na segurança pública do Rio Grande do Norte.

Aproveitamos para pedir uma união de esforços de outras categorias, como policiais civis e militares, para que juntos possamos buscar soluções efetivas para nosso Estado ou, caso contrário, mais vidas serão perdidas e o próprio cidadão comum estará cada vez mais desprotegido.

Por fim, deixamos nossos sentimentos aos familiares do agente penitenciário Maxwell André, que trabalhava no Presídio Estadual de Parnamirim, e é um dos primeiros profissionais contratados pelo Estado para essa função, tendo mais de dez anos de atuação no sistema penitenciário.

Nenhum comentário: